Arnaldo Jardim reafirma compromisso com pesquisa agropecuária na comemoração pelos 91 anos do Instituto Biológico

Por: Assessoria de Comunicação

O deputado federal Arnaldo Jardim destacou o seu compromisso com o setor agropecuário paulista ao participar da 31ª Reunião Anual do Instituto Biológico (Raib), evento que marcou também os 91 anos da instituição de pesquisa, ligada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. “Temos orgulho de ver o Instituto Biológico pleno de vigor e inquietude, do ponto de vista científico, disposto a enfrentar desafios, atualizado e atento aos novos momentos”, afirmou.

Na opinião do parlamentar, a Raib, que terá a apresentação de 55 trabalhos nas categorias Sanidade Animal e Vegetal, Saúde Pública e Qualidade, reflete os conhecimentos gerados pelo Instituto Biológico e também pela comunidade científica internacional. “Importante que o desafio da alimentação segura esteja presente como um norteador das atividades”, destacou.

Diante do apelo da sociedade em reformar o Estado e estabelecer novas referências para o futuro, Arnaldo Jardim defende que é preciso disposição para fazer rupturas e quebrar paradigmas. “O Estado deve ser enxugado, fazendo frente às distorções constituídas ao longo do tempo, que levaram à dispersão de recursos, e o não cumprimento de sua função primordial. Mas significa também preservar pontos de excelência, como temos aqui em São Paulo”, disse.

“O dinamismo e a produção intelectual que se tem na Raib, a inovação tecnológica permanente, as novas formas de parceria e o patrimônio da pesquisa agropecuária nos trazem imenso orgulho”, finalizou o ex-secretário, que esteve à frente da Pasta Estadual entre 2015 e 2018.

O parlamentar destacou ainda a obtenção de uma Emenda Constitucional para fortalecer a estrutura paulista de pesquisa agropecuária, com benefícios à Apta e à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). “Conseguimos garantir uma emenda que virá para a pesquisa agropecuária, um sinal do meu compromisso renovado com o segmento”, afirmou Arnaldo Jardim.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Francisco Sergio Ferreira Jardim, destacou que “poucas entidades chegam aos 91 anos com a pujança do Instituto Biológico, que muito nos orgulha, pois a pesquisa no setor agropecuário é estratégica”.

Para fazer frente ao desafio de aumentar sua produção de alimentos em 40%, para que o mundo possa ampliar a oferta de produtos em 20%, o Brasil precisa ter estruturas como o IB, que tem responsabilidade para assumir essa missão”, continuou Francisco Jardim.

O evento contou ainda com a entrega da Medalha “Rocha Lima”, maior honraria da instituição, ao pesquisador Mario Eid Sato. “Nossa função, além de desenvolver pesquisas, é contribuir para a formação de pessoas. O ensino é algo que muito me motiva”, afirmou o pesquisador, que também recebeu o Prêmio Destaque 2018 na área de pesquisa.

O Prêmio “Destaque 2018 – Funcionário de Apoio” foi concedido às colaboradoras Maria Stella dos Santos Marcelino e Talitha Kirchner Sundfeld. A cerimônia marcou ainda a inauguração do Museu Histórico do Instituto Biológico, na sede do Instituto, que conta com equipamentos utilizados pelos pesquisadores nas décadas de 1920, 1930, 1940 e 1950, e homenagens à Revista Arquivos do Instituto Biológico, publicação que circula há 90 anos entre a comunidade científica.

comentários