Arnaldo Jardim se reúne com Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e setor sucroenergético para discutir o combate aos incêndios

Por: Assessoria de Comunicação

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroenergético, o deputado federal Arnaldo Jardim se reuniu na segunda-feira, 19 de outubro, com o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Marcos Penido, e representantes do setor para discutir as ações para impedir os incêndios nos canaviais. O encontro reforçou o compromisso do setor sucroenergético em combater o fogo nas plantações.

“Estivemos com plantadores, fornecedores e produtores para discutir as medidas da Operação Corta Fogo, reiterar o compromisso do setor em tomar medidas protetivas contra incêndios. O setor sucroenergético tem tido uma atuação muito grande para impedir esses incêndios, trabalhando com ações integradas, sempre interessado em melhorar este trabalho”, apontou Arnaldo Jardim.

Participaram da reunião a Associação dos Plantadores de Cana do Médio Tietê (Ascana), com seu presidente Pedro Lorenzetti representando também a Organização de Associações de Produtores de Cana do Brasil (Orplana); e a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), representada pela assessora jurídica Renata Camargo. O objetivo foi reforçar ao Governo do Estado os compromissos já firmados entre o setor e o Executivo e discutir alternativas para ampliar o combate aos incêndios.

“A reunião foi muito importante para reiterar para a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, consequentemente para o próprio Governo do Estado de São Paulo, o compromisso do setor para a eliminação da queima e o combate aos incêndios. Levar para o secretário a mensagem de que o setor está atuando para combater esses incêndios”, avaliou Arnaldo Jardim.

O deputado frisou que “o setor tem colaborado muito inclusive no combate de focos de incêndio em áreas de vegetação nativa públicas, isso foi muito importante. Foi uma conversa no sentido de reiterar os compromissos já firmados pelo setor, mas de levar a preocupação com o momento que a gente está vivendo de forte estiagem. O setor é vítima nesses casos de incêndio que têm ocorrido”.

Corta Fogo

O Estado de São Paulo conta com o Sistema Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais. A Operação Corta-Fogo, como é chamado este Sistema, é formada por diversos órgãos estaduais. A coordenação do sistema é realizada pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, por intermédio da Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade.  A articulação entre essas instituições ocorre por meio do Comitê Executivo, que tem como objetivo delinear ações integradas e complementares.

comentários