Cidadania aprova novo Estatuto e Programa com maior abertura aos movimentos sociais

Por: Assessoria de Comunicação

O Partido Cidadania realizou neste sábado, 26 de outubro, em Brasília, seu Congresso Extraordinário, onde aprovou seu novo Estatuto e Programa Político e o núcleo de Liberdade Religiosa para combater a intolerância e fomentar o Estado laico.

Presidente do diretório paulista do Cidadania, o deputado federal Arnaldo Jardim participou do evento onde o partido recebeu contribuições para melhorar seu posicionamento sólido– além de homenagear seus militantes históricos. Os delegados aprovaram, por unanimidade, o novo Estatuto do Cidadania, dizendo que “um novo momento surge no partido. O Cidadania se renova para novos embates políticos”.

“hoje nos reunimos aqui para definir nosso Estatuto, uma nova forma de nos organizar que aumente o diálogo do partido com os movimentos sociais, incorpora o dinamismo dessa nova forma de organização”, apontou Arnaldo Jardim.

Ainda segundo o deputado, “também tratamos do nosso Programa. Já temos um rumo, nosso manifesto está fixado, de um partido que vê o Estado não como provedor ou populista, mas que é emancipador e tem um papel de regulação. Mas mais do que isso, o Cidadania afirma sua personalidade e se prepara para os embates futuros”.

O presidente do Cidadania, Roberto Freire, destacou na abertura do Congresso a importância do evento e chamou atenção dos delegados e filiados para as manifestações que tomam conta de países da América Latina, como o Chile, Bolívia e Equador. Ele também ressaltou a importância política do congresso para o Cidadania.

“Temos que destacar o projeto que estamos construindo. Vemos a formação de novas grandes alianças e estamos antenados com esse mundo novo que está aí. O muro que nos dividia, no mundo da Guerra Fria, caiu. E caiu por conta dessa nova sociedades que está se construindo e somos participantes muito ativos dela. Esse Congresso significa um passo importantíssimo das novas formações políticas que hoje se concretiza”, afirmou.

 

Assessoria de Comunicação

Deputado federal, Arnaldo Jardim – Cidadania/SP

comentários