Emenda de Arnaldo Jardim impede contingenciamento dos recursos da Embrapa para 2020

Por: Assessoria de Comunicação

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira, 10 de dezembro, emenda de autoria do deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania) que impede o contingenciamento dos recursos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária para 2020. A emenda garante que o dinheiro destinado à pesquisa agropecuária não fique retido.

“Apresentei esta emenda ao orçamento para que pudesse ser proibido o contingenciamento de verbas da Embrapa, ou seja, ela fica fora desse contingenciamento que normalmente o governo federal faz”, explicou Arnaldo Jardim.

“Muito obrigada. Agradecemos muito o seu apoio durante todo este ano aqui na Câmara dos Deputados à pesquisa agropecuária, à Embrapa, à emenda de bancada para as unidades e hoje a sua emenda trazendo a ressalva do contingenciamento do orçamento aprovada no Plenário”, agradeceu Cynthia Cury, responsável pelas Relações Institucionais e Governamentais na Embrapa.

A emenda

Na 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), em outubro, o deputado anunciou a aprovação de emenda parlamentar da bancada paulista na Câmara dos Deputados que destinará R$ 22 milhões em recursos para as unidades da Empresa no Estado.

O valor é 10% superior à emenda semelhante também conquistada por Arnaldo Jardim em 2018, destinando R$ 20 milhões para fomentar a pesquisa das unidades paulistas da Embrapa e dos institutos da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta).

Arnaldo Jardim comemorou a emenda lembrando que “a pesquisa é elemento essencial para que o setor agro continue tendo esse grande virtuosismo. É pela pesquisa que conquistamos sustentabilidade ambiental, aumentamos a produtividade e nos mantemos líderes em vários setores da produção mundial”.

 

Assessoria de Comunicação

Deputado Federal – Arnaldo Jardim (Cidadania/SP)

comentários