Deputado Arnaldo Jardim

Biometano, Oportunidades e Fake News

O Projeto “Combustível do Futuro” aprovado, por ampla maioria na Câmara dos Deputados, definiu regras para produção e uso do biometano. Converter um grande problema, emissão de gás metano (CH4), numa formidável oportunidade de investimentos, renda, empregos e desenvolvimento.

O PATEN acelera a transição

A aprovação, pela Câmara dos Deputados, do PL 5174/2023, que cria o Programa de Aceleração da Transição Energética (PATEN) – projeto de minha autoria-, representa um formidável avanço para um futuro mais sustentável e para a retomada do desenvolvimento nacional.

Investir na educação profissional e tecnológica aumenta nossa competitividade

A educação é o melhor instrumento para superar as barreiras da desigualdade e do baixo desenvolvimento sócio-econômico do nosso país. Setor público e privado podem se empenhar em debates tributários, regulatórios, de competitividade, de como melhorar nossa capacidade de negociação com players estrangeiros e como aumentar nossa produtividade. Mas olhar para a educação, para a formação, para as futuras gerações, é ir além de agir de maneira tópica e emergencial, com dificuldades para obter resultados consistentes a médio e longo prazo, educação para o trabalho é medida estruturante!

O combustível do futuro vai impulsionar o Brasil do presente

O Brasil e o parlamento brasileiro iniciam o ano de 2024 dando um sinal claro para todos, inclusive para os investidores estrangeiros, de que está preocupado com o meio ambiente. E mais. Que está, incansavelmente, propondo alternativas para conciliar sustentabilidade e desenvolvimento econômico, reforçando nosso papel de protagonistas da nova era. Nada da imagem equivocada do passado de que somos algozes ambientais. Somos, sim, a locomotiva dos novos tempos.

O Brasil termina 2023 mais competitivo e sonha com um 2024 ainda melhor

O Brasil termina 2023 mais competitivo do que começou. Uma constatação de quem, aos 68 anos, está no quinto mandato como deputado federal e que, desde os tempos de movimento estudantil, sonha – e luta – por um país melhor, justo e inclusivo. Vivemos um ano incrível e de muitos desafios.

Recursos para acelerar a Transição Energética

Para ser líder da transição energética, da economia de baixo carbono, o Brasil precisa utilizar novos instrumentos de financiamento. Novos porque, limitados pela crise fiscal, temos um reduzido espaço para subsídios e incentivos.

Combustíveis do Futuro, mais presentes e necessários do que nunca

Há anos ouvimos, cada vez mais, sobre as mudanças climáticas e a urgência com que as nações devem adotar medidas efetivas para mitigar os efeitos nocivos das mudanças climáticas, que impactam o meio ambiente, a economia, a saúde das pessoas e a sociedade de maneira geral. Um dos caminhos é a descarbonização dos transportes por meio da substituição gradual dos combustíveis fósseis.

Cada vez mais, somos coop!

O cooperativismo brasileiro vive um momento virtuoso. Amadurecido na busca de eficiência e crescente profissionalismo, tem feito seu trabalho sem abdicar de seu princípio originário: preservar a participação dos cooperados, reconhecendo seus direitos de participar das decisões da entidade, e mantendo, sempre, o espírito empreendedor – marca do capitalismo -, preservando a busca pela diminuição das desigualdades, objetivo permanente do sistema socialista.

As nuvens que nublam o horizonte da competitividade brasileira

O país do futuro está vendo os dias que virão mais nublados do que gostaria. O Brasil tende, nas próximas décadas, a ter um crescimento demográfico mais lento. Vamos envelhecer mais, o que impactará nas contas da Previdência. Vamos experimentar a revolução do mercado de trabalho com a digitalização da economia em todas as etapas da cadeia produtiva.